quarta-feira, 11 de junho de 2014

ABRIU DE LEITURAS-ABRIU MESMO!!!

Ainda estou aqui refletindo sobre o ABRIU DE LEITURAS, minha primeira produção executiva a frente da ACOSTA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS em parceria com a produtora Mirella Matos Sales...
Quando conclui meu TCC em 2009 e colei grau em 2010, ficava pensando e agora? De estudante a desempregada, qual será minha linha de pesquisa, que teatro eu faço, como eu faço? Mas de repente a arte negra (que não era novidade,pois já atuava com o grupo Caixa-Preta) começou a tomar conta da minha VIDA e descobri meu rumo, ou melhor, senti que precisava partir para continuar. E assim parei em Salvador, 4 anos após a formatura participo de um lindo momento: um ciclo de leituras dramáticas em homenagem a Abdias Nascimento e ao Teatro Experimental do Negro, eu confesso que nunca vi um ciclo de leituras dramáticas com tanto público, fiquei feliz, por ter conseguido contribuir para os 10 anos da Cia Teatral Abdias Nascimento, de novamente ter contato com as obras do TEN, de ter produzido para o nosso povo, feliz de rever e conhecer grandes artistas deste Brasil e da Bahia. O ABRIU DE LEITURA ABRIU MESMO OS MEUS CAMINHOS, VEM NOVIDADES POR AÍ!

Estou grata e sou feliz!
FOTOS: SIDNEY ROCHARTE

 LEITURA DRAMÁTICA AUTO DA NOIVA-DIREÇÃO JESSÉ OLIVEIRA

LEITURA DRAMÁTICA ANJO NEGRO-GRUPO NATA


LEITURA DRAMÁTICA FILHOS DE SANTO- DIREÇÃO JULIO MORACEN


LEITURA DRAMÁTICA O CASTIGO DE OXALÁ- BANDO DE TEATRO OLODUM

LEITURA DRAMÁTICA O EMPAREDADO-CIA.GENTE DE TEATRO DA BAHIA


LEITURA DRAMÁTICA SORTILÉGIO II- CIA.TEATRAL ABDIAS NASCIMENTO


sábado, 17 de maio de 2014

MOSTRA OFICINA MEMÓRIA NEGRA EM PLATAFORMA

Neste sábado, jovens do subúrbio ferroviário sobem ao palco do Teatro Plataforma para encenar esquetes da autoria de Cuti, como resultado da oficina Memória Negra, ministrada pela atriz e professora de teatro Josiane Acosta

(Na foto: Rejane Sousa e Lais Barbosa- apresentação realizada em março no Solar Boa Vista)


No dia 17 de maio, às 17h, no Centro Cultural Plataforma os alunos da oficina de teatro Memória Negra, ministrado pela atriz e professora de teatro Josiane Acosta, realizam a mostra de finalização de curso. Serão 5 esquetes, baseadas nos textos do escritor paulista Cuti. A oficina Memória Negra integra a programação da Escola Itinerante de Teatro e Performance 5ª edição, realizada pelo Oco Teatro Laboratório e com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Salvador através do edital Arte em Toda a Parte, da Fundação Gregório de Matos. Em cena histórias que falam sobre racismo, desvalorização do texto teatral e corrupção. A entrada é franca.

SERVIÇO:
Encerramento EITP 5ª Edição- Mostra de finalização da oficina MEMÓRIA NEGRA
Direção: Josiane Acosta
Local: Centro Cultural Plataforma
Horário: 17h
Valor: gratuito

Informações: 71-87795707

sexta-feira, 7 de março de 2014

JOSIANE ACOSTA MINISTRA OFICINA NA ESCOLA ITINERANTE DE TEATRO E PERFORMANCE

O grupo Oco Teatro Laboratório irá realizar quatro oficinas gratuitas de teatro nos bairros de plataforma e engenho velho de brotas.



De 24 de março a 4 de abril no Cine Teatro Solar Boa Vista e  de 5 a 17 de maio no Centro Cultural Plataforma e  o Grupo Oco Teatro Laboratório irá realizar a 5ª Edição da Escola Itinerante de Teatro e Performance (EITP), contemplada no Edital Arte em Toda Parte da Fundação Gregório de Matos, onde serão oferecidas às comunidades dos bairros de Plataforma e Engenho Velho de Brotas 4 oficinas gratuitas que resultarão em uma intervenção que ocupará as ruas, casas, espaços alternativos e os respectivos teatros de cada comunidade. Além de uma conferência sobre teatro e performance, bate-papo sobre as oficinas e lançamento da 2ª edição da revista Boca de Cena. As inscrições são gratuitas e online através da página do grupo: www.ocoteatro.com.br. A 5ª Edição da Escola Itinerante de Teatro e Performance (EITP) - oferece as seguintes oficinas:



“O CORPO É VOZ”- com a atriz e professora de teatro ANDRÉA MOTA (das 8h às 10h)
Oficina de teatro que através de jogos lúdicos, canções compartilhadas, exercícios de respiração e trabalho com impulsos físicos que levam o ator a conscientizar a sua voz.







“MEMÓRIA NEGRA– UMA EXPERIÊNCIA TEATRAL COM CONTOS E PEÇAS AFRO-BRASILEIRAS”- com a atriz e professora de teatro JOSIANE ACOSTA (das 8h às 10h)
Oficina de teatro que utilizará como material criativo contos e peças de Teatro Negro do escritor paulista Cuti.




DIREÇÃO DE TEATRO E PERFORMANCE”- com o diretor LUIS ALONSO  (das 8h às 12h)
A oficina consiste em ativar os princípios fundamentais da arte da direção teatral e performance.









“TEATRO/MOVIMENTO: VERBOS EM PARTITURAS FÍSICAS” - com o ator KADU FRAGOSO  (das 10h às 12h)
Oficina direcionada ao trabalho de construção de partituras físicas a partir de verbos que impulsionam o trabalho do ator como criador.





SERVIÇO:

ESCOLA ITINERANTE DE TEATRO E PERFORMANCE (EITP)
Cine Teatro Solar Boa Vista: de 22 de março a 4 de abril
Centro Cultural Plataforma: de 5 a 17 de maio
Horário: 8:00-12:00
Valor:gratuito

Maiores informações e inscrições acesse: www.ocoteatro.com.br

sábado, 16 de novembro de 2013

SAMBA & SABOR



Amigos, eis que no mês de novembro dei início a mais um novo projeto para comemorar a abertura da minha empresa de produção: ACOSTA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS. E com ajuda de empresas parceiras, acabei unindo duas artes: música e culinária, porque culinária também é arte, nada melhor do que ouvir boa música e saborear boa comida!



Confiram a release abaixo e curtam a página no facebook:
https://www.facebook.com/pages/Samba-e-Sabor/1381819372038704?ref=hl

O projeto Samba e Sabor teve início no dia 7 de novembro de 2013, as 20h, no Sankofa African Bar. E promete levar mais samba e sabor durante todas as quintas de novembro para o centro histórico de Salvador. O objetivo é levar ao público apresentação de uma banda de samba e servir no decorrer da noite um prato típico da culinária Nordestina, na primeira edição esteve a venda Maniçoba. No repertório da Banda RODA DE CINCO: samba e partido alto. O projeto é a primeira realização da Acosta Produções Artísticas, empresa da atriz e professora de Teatro Josiane Acosta, em parceria com Sabores da Rewry's, empresa familiar especializada na produção de refeições e entrega domiciliar. Venha você também sambar e se deliciar com Samba e Sabor, toda quinta-feira DE NOVEMBRO, no Sankofa African Bar.


sábado, 13 de julho de 2013

Presente para a outra Nega Fulô


Quem declama poesia é também presenteado com ela!

"Queria não só os mesmos olhos rasos d'água fornecessem o necessário para regar você, minha linda flor. Quero eu que meus lábios tenham tamanha força, para quando os olhos se fecharem que a boca se abra e que desabroche ao sabor dos meus beijos, tu que és a minha negra flor" (Autor?  Daí já é querer saber demais!)

Bom presente de sábado, adoro,adoro,adoro!

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Palavras que te quero negra

Digitando meu nome na internet, eis que encontro o blog da grande escritora Conceição Evaristo o vídeo que enviei a ela quando participei do lançamento do seu livro aqui em Salvador.

Fico feliz quando declamo poesia negra e quando faço Teatro Negro, é neste espaço que reside a Atuadora Josiane Acosta.

http://nossaescrevivencia.blogspot.com.br/2012/08/josiane-acosta-declamando-poesia-no.html

sexta-feira, 15 de março de 2013

PALAVRAS...


"SE O SONHO BATER NO SEU PEITO ESCUTE, O RUMO QUE A VIDA VAI TER SE DISCUTE, SE ARTE TE ENCANTA E FLORESCE DESFRUTE, SE ALGUÉM DESDENHAR SEU TALENTO, RELUTE"

Escrevendo só pra declarar minha felicidade em fazer parte do Oco Teatro Laboratório, do aprendizado neste quase um ano de grupo! A CONFERÊNCIA estreou e a cada dia fica mais linda, quem tiver a oportunidade de assistir será muito bem recebido.

Encontrei Tânia farias semana passada e ela disse: pois é né Josi, tu não imaginava a 10, quando fez a Escola da Terreira, que moraria em Salvador... essa é a pura verdade.

Cá estou, morando em Salvador, vivendo Salvador, amando e as vezes criticando essa cidade que também posso chamar de minha. Eis que também me descubro hoje, no primeiro ato, como aquele andarilho "que foi para o norte fugindo de si mesmo e encontrou sua estranha cidadania". Mas também não posso e nem quero me desfazer das minha boas memórias da Porto Alegre que cresci, aprendi e tenho muitos amores.

"Talvez eu volte lá para vê-la, não mais para vivê-la".

Acho que estou melancólica e com saudade de tudo que já vivi, que vivo e ainda viverei... ou pode ser só cansaço da peça mesmo.

Boa noite!

terça-feira, 12 de março de 2013

Para Auristela Sá


Vida e arte se misturam quando começamos a fazer teatro, pois, muitas vezes, passamos mais tempo com nossos colegas do que ao lado dos nossos familiares, daí vamos aprendendo um com outro, as vezes brigamos, jogamos conversa fora, fazemos complô contra o diretor(rsrs), falamos muitas besteiras e fazemos muitas brincadeiras em nossos camarins... dividimos o friozinho na barriga quando chegam as estreias, sim por que quando decidimos trabalhar em GRUPO, as estreias são muitas! Daí quando olhamos para trás se passaram 1, 5, 10, 15, 20...muitos anos e aquele que era colega se tornou amigo, parente mesmo. 

Deixo aqui meus sinceros sentimentos a todos do BANDO DE TEATRO OLODUM E A FAMÍLIA DE AURISTELA SÁ, artista que tive pouco contato na vida, mas pude admirá-la nos palco, sem dúvidas umas das melhores atrizes do TEATRO BAIANO.

Auristela, desejo que seu caminho continue sendo luz!

De Conceição Evaristo- TANTAS SÃO AS ESTRELAS

Não, eu me nego a acreditar
que uma estrela se apague.
São meus olhos caolhos,
caóticos, carcomidos
pela crua e nua certeza
de uma realidade visível
que me invadem as órbitas
causando-me a ilusão
de que só vejo o que é vivo.

Não, eu me nego a acreditar
que uma voz só é audível
se a boca mexer um som dizível
que se propaga até a invasão
de meus viciados ouvidos
Não, eu me nego acreditar
que um corpo tombe vazio
e se desfaça no espaço
feito poeira ou fumaça
adentro no nada dos nadas
nadificando-se

E é por isso,
que na solidão desse banzo antigo,
rememorador de todos
os que de mim já se foram,
eu desenho a sua luz-mulher
e as pontas de sua estrela
enfeitam os dias que ainda
me aguardam
e cruzam com as pontas
das pontas de outras estrelas
que habitam a constelação
de minhas saudades



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

A CONFERÊNCIA- OCO TEATRO LABORATÓRIO

Amigos, estou muito relapsa com este meu espaço virtual... os motivos são bons, estou trabalhando muito na montagem de um novo espetáculo, chama-se A CONFERÊNCIA e vai marcar a minha estreia e do colega Kadu Fragoso no Oco Teatro Laboratório. Entramos no processo em abril de 2012 e agora a criança vai nascer que seja lindo e que renda bons frutos. 

Segue a release da peça, estão todos mais que convidados!


O Grupo Oco Teatro Laboratório estreia o espetáculo “A Conferência” no próximo dia 8 de março, no Teatro Vila Velha (Sala Principal), às 20 h. Uma conferência ao estilo não tradicional inspirada no livro “As Cidades Invisíveis”, romance do escritor italiano Ítalo Calvino, publicado em 1972. Com direção geral de Luis Alonso e texto inédito de Paulo Atto, o espetáculo - vencedor do Edital de Montagem Manoel Lopes Pontes da FUNCEB – é um espaço para refletir sobre as cidades que habitamos e nos habitam. Imagens surpreendentes e um texto inédito que não são mais do que um reflexo dos espaços de convívio. “É um espetáculo com uma abordagem artística conceitual, que pretende provocar a reflexão sobre esses espaços de convívio”, afirma o diretor Luis Alonso. 

O espetáculo transita pela performance art e happening com a proposta de intervenção em sala teatral ou espaço alternativo. A Conferência discute relações sociais, incluindo as relações de poder, migração e política com uma pitada de bom humor e paródia dos momentos atuais do Brasil e do mundo. Mostra também o caos urbano e o viver fragmentado que habitamos através do bombardeio de informações, a poluição visual e sonora, o consumo exacerbado e o discorrer nonsense que nos movimenta. A perda de valores não somente monetários, mas também de conceitos e posturas daqueles que administram as nossas cidades.

A montagem teatral exprime conceito e estética da obra prima As Cidades Invisíveis e, segundo o diretor Luis Alonso, toma dela a sua fragmentação, a conexão das cidades que, mesmo diferentes, dialogam entre si e os espaços invisíveis que quase nunca conseguimos enxergar, espaços que moram ao nosso redor.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

CONTOS AFRICANOS NO TEATRO GAMBOA NOVA

Quantas histórias Africanas você conhece? "E se ÁFRICA..." não tive passado por tudo o que passou, quantas histórias nós saberíamos? Todas as quartas de novembro, no TEATRO GAMBOA NOVA, venha descobrir e se emocionar com histórias AFRICANAS que falam de solidariedade, respeito, amor, com gotas de Afro-Brasilidade! Em cena a atriz Josiane Acosta, acompanhada dos músicos Eden Gordo e Emillie Lapa, sob Direção de Toni Edson.

SERVIÇO:

Espetáculo: E SE ÁFRICA
Onde: Teatro Gamboa Nova (rua gamboa de cima, nº3, Largo dos Aflitos- Salvador-BA)
Quando: Todas as quartas de Novembro
Quanto: R$ 20(inteira) e 10(meia)

Este espetáculo é uma produção do Grupo Iwá acesse: http://iwagrupo.blogspot.com.br/